Jardinópolis / SP 35º     21º

Estação Ferroviária: Entroncamento (Jurucê)

Por: Juliano Caetano

TRILHOS NO LOCAL: Não

ANO DA CONSTRUÇÃO: 1900

DATA DA CONSTRUÇÃO DO PRÉDIO ATUAL: 1916

CONSTRUÇÃO: Companhia Mogiana de Estradas de Ferro

STATUS DO PRÉDIO: Abandonado, cercado e em ruínas.

A ESTAÇÃO

Inaugurada no dia 01 de junho de 1900, a estação de entroncamento funcionava em um pequeno prédio, localizado próximo às margens do Rio Pardo, alguns metros após a linha férrea cruzar o mesmo, no distrito de Jurucê.

No ano de 1915 com o termino da construção do ramal de Igarapava, iniciou-se a construção de uma nova estação que atendesse melhor as necessidades de um entroncamento com tais proporções, que ao noroeste saia o ramal de Igarapava e para o nordeste a linha do Rio Grande.

A construção da nova estação fora finalizada no ano de 1916, e o prédio original mantido e transformado na casa do chefe da estação. O novo prédio possuía características únicas, em formato de trevo devido as suas três plataformas.

A estação teve os trilhos removidos no ano de 1987, quando já se encontrava em mau estado de conservação, desde então ficando totalmente abandonada e cada vez mais depredada.

Em 22 de junho de 2017 a Prefeitura Municipal de Jardinópolis anunciou que irá restaurar três estações ferroviárias em Jardinópolis e Jurucê, sendo, Estação do Entroncamento, Jurucê e Visconde de Parnaíba.

Fontes:
Estações Ferroviárias do Brasil (Ralph Mennucci Giesbrecht)
Caminhando Nos Trilhos (Israel Foguel)
Prefeitura de Jardinópolis

Galeria

,
A estação em 17/11/1998, tomada pelo mato - (Ralph M. Giesbrecht)
A estação em 26/6/2011 - (Rodrigo Flores)
Primeiro prédio da estação, depois transformado em casa do chefe da estação (1910) - (Foto Álbum da Mogiana)
A estação em 1927. Para a direita, a linha do Rio Grande. Para a esquerda, o ramal de Igarapava. Para o canto esquerdo inferior da foto, a ponte sobre o rio Pardo. Ao fundo, atrás da estação triangular, o prédio da estação original. - (Foto Álbum da Mogiana)
A estação em 26/6/2011 - (Rodrigo Flores)
A estação em 17/11/1998, tomada pelo mato - (Ralph M. Giesbrecht)
Primeiro prédio da estação, depois transformado em casa do chefe da estação - (Leo Figueiredo)
A estação abandonada e tomada pelo mato (16-06-2017) - (Juliano Caetano)
A estação abandonada e tomada pelo mato (16-06-2017) - (Juliano Caetano)
A estação abandonada e tomada pelo mato (16-06-2017) - (Juliano Caetano)