Jardinópolis / SP 28º     20º

Sobre Jardinópolis

Por: Juliano Caetano

Jardinópolis é um pequeno município do interior paulista, porém com uma grande extensão territorial, atualmente no total de 501,870 km², localizado a 18 quilômetros de Ribeirão Preto.

De acordo com o IBGE estima-se que sua população, em 2017, seja de 42.904 habitantes, inicialmente formada por imigrantes italianos, sírio-libaneses, japoneses, portugueses e espanhóis, que ao se estabelecerem dedicaram-se na produção agropecuária, principalmente no cultivo do café, algodão e manga, que posteriormente foram aos poucos substituídas pelo cultivo da cana-de-açúcar, que predomina nos dias atuais.

ORIGEM

Em 18 de junho de 1859, os lavradores Antônio Pereira da Silva e sua esposa Maria Florência de Jesus; e, Joaquim José d’Araujo e sua esposa Theodora Maria de Jesus, doaram um total de 48 alqueires de terra, pertencentes à Fazenda Ilha Grande, localizada a direita do Rio Pardo em Batatais, para a construção de uma capela e seu patrimônio, em louvor à Nossa Senhora Aparecida.

Assim, iniciou a formação do pequeno povoado, que recebeu o mesmo nome da fazenda que lhe deu origem, “Ilha Grande”, onde em 1881, havia apenas três casas, demonstrando o quão lento fora sua formação.

Somente tempos mais tarde, no ano de 1892, o até então povoado foi elevado à categoria de Distrito da Ilha Grande, pela Lei Estadual nº. 115, de 1 de outubro. E no ano de 1896, em homenagem a Antônio Silva Jardim, que faleceu em um trágico acidente no vulcão Vesúvio, na Itália, por indicação de Domiciano Alves de Rezende, o distrito teve seu nome alterado para Jardinópolis, pela Lei Estadual nº. 484, de 24 de dezembro.

No ano de 1898, mesmo com oposição de parte dos representantes de Batatais, graças aos esforços dos fazendeiros e líderes locais, destacando-se o Sr. Domiciano Alves de Rezende – considerado o fundador da cidade, Jardinópolis conquistou sua emancipação política, se desmembrando de Batatais, através da Lei Estadual nº. 544, de 27 de julho.

Vinte anos mais tarde, em 1918, foi criado e incorporado ao município de Jardinópolis, o distrito de Sarandy, através da Lei nº. 1632, de 27 de dezembro. Em 1944, Sarandy teve seu nome alterado para Jurucê, provavelmente devido uma lei federal que passou a proibir mais de uma localidade com o mesmo nome, sendo que no estado do Rio Grande do Sul já existia, desde 1939, uma cidade chamada Sarandy.